EM UM DELES (SONHOS) FOI ASSIM

EM UM DELES (SONHOS) FOI ASSIM

O melhor e mais fascinante de todos, tanto que, para não perder detalhes, fui logo transcrever, as passagens, que tive com você, conforme o dito popular “foi um sonho de foder” principalmente foder com você.
Tanto que, amanheci excitado, com o … enrijecido pois havia te comido, foi muito marcante, que, cheguei a ficar pensando, me indagando como aquilo aconteceu, era você e eu.
“Estava pescando tranquilamente, no lago, somente ouvia o cântico dos pássaros, o que logo, de repente, percebi alguém jogando pedrinha dentro da agua, atrapalhando minha pescaria, espantando os peixes, fiquei indignado, tentando descobrir quem estaria me sacaneando.  Então, fiquei atento, tentando descobrir o autor da sacanagem, mas, eis que de repente notei a presença de alguém dentro da chácara, tal pessoa trajava uma calça vermelha, uma blusa de cor, fiquei bolado, corri atrás, aonde me surpreendi, era você a autora da sacanagem a (brincadeira), até que te alcancei no canavial te peguei, caímos no chão, para te proteger da queda você caiu em cima de mim. VOCÊ!!!!!!
Me respondeu sorridente, que se tratava de uma mera brincadeira, foi inevitável, olhei dentro dos teus olhos negros, percebi uma coisa estranha tipo amor, paixão, ali no chão, te beijei ardentemente e, houve uma forte sintonia, seu corpo tremia, você gemia etc.


Houve concordância, naquele momento, torneia beijá-la, ainda presa aos meus braços, não apresentava nenhuma resistência, uma forte tesão nos levaria para algo mais desejado, percebi que você, louca para me dar a xaninha, puxou sua calcinha para baixo,  usava uma meia-calça marrom, eu te beijando e, suas vestes retirando, cheirei sua xana, beijando-a, senti aquele cheiro acre, mais gostoso, arranquei meu mastro, você o pegou com força e gulosa, o beijando, chupando, cuspindo nele, o lubrificando, colocando inteirinho em sua boca quente, gozando de repente, dai, não resisti, gozei na sua boca, você sugou todo leite  depositado nela, coisa saborosa. Foi um boquete inigualável, tanto que, que nunca tive um igual antes.


Rolamos no chão, movidos de amor, tesão e paixão, te proporcionei vários gozos, muitos mesmo, teve um momento que você quase desmaiou de tanto prazer, sua voz rouca de tanto gritar, momentos que, a tapava, para não despertar a presença de alguém, mesmo assim, não largava meu pau, algo do tipo descomunal, daí, minha língua faria sucesso, mostrando progresso, você gozou em minha boca, por várias vezes, nos momentos de penetrações, você enlouquecia, mas, te acalmava. Demos um tempinho para descansar. Ali, escondidos no canavial, que, era um local em que ninguém nos viria, momentos depois, chegou a hora de comer sua “bundona morena”, foi demais quando você virou pra trás, seu cuzinho estava piscando, doido pra levar pica, quando coloquei minha língua dentro dele, você surtou, saltitou, me chamando de AMOR!!!!!!!!! AMOR!!!!!!!
Come meu cu por favor!!!!


Foi um pouco complicado pra entrar, mas, quebrei o cabacinho do seu cuzinho. Você dizia, que, não me esqueceria jamais, porque fui o primeiro a te comer por trás. etc.
E, finalmente, após um breve descanso, te comi de pé, você encostada num pé de manga, daí, levantei sua perna, segurando-a com um braço, sua xana estava umedecida, toda cheia do seu liquido viscoso, porém, muito, gostoso, introduzi minha caceta em sua boceta, você me abraçou, te abracei, gozamos, te pedi, para fazer xixi em meu cacete, quando ainda te comia por trás, no momento do seu gozo, você tirou minha pica e urinou nela. Aquele liquido quente me deixava com mais tesão e para finalizar resolvi te beijar e foder novamente, dali, cenas fortes, inesquecíveis e calorosas”.  Estou crente, que um dia, se concretizará em caso negativo, esse sonho valeu e, nele, você cedeu.


Visitei recentemente naquele local, foi lá mesmo. Continuarei a visitar e, se um dia você me ver por lá, aproxime-se, porque, poderemos tornar realidade esse sonho que me invade, se achegue, não precisa dizer nada porque, nossos olhos falarão por nós. Vou te esperar naquele lugar, no canavial, bem escondidinho, lá será na realidade nosso ninho.
 (BRAW)

Edilson Nascimento Leão