Realizando a fantasia de dá para dois

Realizando a fantasia de dá para dois


Esse é mais um relato de uma história real que aconteceu comigo.
Sou uma mulher muito fogosa, adoro sentir e dá prazer, não tenho tabu, se for prazeroso e bom para todos estou pronta para aproveitar.

Essa aventura aconteceu a partir  de uma primeira aventura deliciosa que relatei anteriormente.
Após a aventura deliciosa com Marcos, o funcionário do apoio educacional da escola onde trabalho, continuamos mantendo nossas conversas safadas pelo wath, onde compartilhávamos nossos desejos e fantasias,  regados a videos safados e nuds mostrando sua rola enorme latejando de tesão e minha xota toda molhadinha querendo rola.

Em um desses pequenos vídeos que o safado me enviou, mostrava uma sortuda sendo fofida por dois machos super dotados. Se eu já  estava excitada  aquela altura da conversa, quando vi o pequeno vídeo, minha calcinha molhou.
Então falei pra ele que eu tinha vontade de realizar a fantasia de dá para dois machos.
Logo o safado, que adora uma putaria assim como eu, falou que estava disposto a relaizar tal fantasia se eu topasse.

Eu que não sou boba e estava louca para viver aquela aventura falei que toparia, mas a pessoa  teria que ser de confiança, afinal somos casados e temos que fazer a coisa com todo o cuidado.
Para a minha surpresa, Marcos me respondeu dizendo que tinha uma pessoa de confiança, era seu primo, tão  safado e tarado quanto Marcos e eu claro.rsrs

Pedi pra ele me enviar uma foto de seu primo para eu avaliar. Marcos me enviou a foto. Ele tinha a mesma estatura de Marcos, fiquei toda molhada ao imaginar eu sendo fodida pelos dois machos ao mesmo tempo, não me contive e toquei uma sirirca gostosa imaginando aquele monento.
Após essa conversa, marcamos de nos encontrar numa sexta feira no mesmo motel que já  tinhamos ido, eu e Marcos, às 14:30 hs, pois meu esposo vai para o trbalho às 14hs e só volta às 19hs, logo teríamos a tarde toda para muita putaria e safadesa. Marcos ficou responsável de acertar os detalhes com seu primo e eu não  via a hora de me entregar por inteira para aqueles dois safados.

Como combinado, às 14:30 cheguei no motel, os dois já  estavam me esperando, ao entrar sentir um frio na barriga e ao mesmo tempo minha xana ficar umida ao vê aqueles dois machos pronta para saciar meus desejos.

Eu estava usando um vesido de malha e por baixo uma calcinha fio dental de oncinha, valorizando meu bumbum. Sei que é o ponto fraco de Marcos.
Ao passar próximo do primo de Marcos, o safado deu uma palmada no meu bumbum e perguntou: ” É essa a puta safada que deseja ser comida por dois machos?”
Respondi com um olhar safado que sim. E perguntei se ele não  queria.
O safado se aproximou de mim e falou: “estou a tua disposição sua puta gostosa, mostra pra mim  oque vc sabe”.

Marcos observava do lado acariciando sua rola   que já estava dura.
O primo de Marcos tirou sua roupa liberando ua rola enorme, que ao ver molhei a calcinha de vez tanto tesão, ele sentou-se na cama  encostando- se na cabeceira e pediu pra eu mostrar o que eu sabia.
Como sou obediente, subi na cama, fiquie de quatro na frente daquela rola enorme que agarrei com as dua mãos e comecei a chupar lentamente ao mesmo tempo que punhetava.
Em quanto isso, Marcos veio por trás levantando meu vestido e deixando meu rabo e minha buceta  bem a vontade para ele se deliciar.

Em quanto eu estava fazendo um boquete maravilhoso,  Marcos deslizava sua língua sobre minha calcinha fio dental, que ficava cada vez mais molhada com o mel da minha bucetinha  louca de tesão.
Que sensação deliciosa, chupar e ser chupada ao mesmo tempo, uma rola deliciosa na minha boca e uma lingua safada deslizando na minha xana e no meu cuzinho.
Após  muito prazer oral, o primo de Marcos levantou e trocou de lugar com Marcos, eu continuei de  quatro.

O primo de Marcos ao me ver de quatro com a buceta e o rabo se oferecendo  para ele exclamou: ” que puta maravilhosa, que rabo e que buceta!”
Tenho que confessar que sou gostosa, e de quatro fico ainda mais gostosa, minhas tatuagens completam a obra.

Em quanto eu chupava e punhetava Marcos, seu primo roludo após admirar meu rabo por uns segundos, afastou minha calcinha e deslizou aquela rola enorme na minha xana molhadinha, fazendo eu me arreganhar ainda mais para receber aquele mastro todinho dentro de mim, me fazendo gemer de prazer como uma vadia.

O safado metia com força e ao mesmo tempo  acariciava meu cuzinho louco para meter nele. Tirava da buceta e roçava aquela cabeca enorme na entrada do meu cuzinho. E depois voltava a bombar minha xota naquele instante  toda melada.
Em quanto eu era fodida como uma puta pelo primo, Marcos recebia o boquete mais molhado da sua vida, acompanhado de uma  punheta deliciosa.

Após muitas estocadas, Marco pediu pra eu calvagar na sua rola e eu prontamente atendi. Sai da posição de quatro e sentei na rola de Marcos  que pulsava deslizando na minha buceta latejante, o primo de Marcos se aproximou e ofereceu sua rola toda melada que eu tratei de limpar todo o mel que eu havia deixado com minha buceta naquela rola.

Que delicia de orgia, não  imaginava que seria tão prazeroso, cavalgava, chupava e acariciava meu grelo que estava inxado de tanto tesão. Comecei a sentir o orgasmo se aproximando, aumentei o movimeto e as chupadas na rola do primo, senti minha buceta se contrair acompanhada de um grito de  prazer, em quanto o primo de Marcos batia a sua rola no meu rosto.
 Minha buceta latejava com contratações fortes apertando aquela rola maravilhosa , dura como uma rocha dentro de mim.

Eu, ainda de pernas trêmulas, após gozar como vadia, os dois ficaram de pé e mandaram eu ficar de joelhos na frente delhes. Começei a chupar aquelas rolas meladas, revezando  entre uma e outra.
Os safados punhetando e mandando eu chupar, até eu sentir os dois explodirem seus jatos de  porra na minha boca e  no meu rosto, finalizando de maneira deliciosa.

Pedro Cardoso