Apenas um garoto…

Apenas um garoto…

Sou casada tenho 25 anos, casada há três anos meu marido Fábio tem 27 anos vivemos uma vidaconjugal muito boa e bastante satisfatória, tendo desejos como duas pessoas normais, umdia vi um vídeo que me excitou bastante o vídeo era assim tinha uma mulher de seus 29 anos quegostava de masturbar meninos de seus 18/19 anos e junto com seu marido ela fazia isso, então fuiassistindo isso e deixando minha imaginação fluir, mesmo porque quem tinha visto esse vídeoprimeiro era meu marido e ele tinha me enviado via email, aquela atitude dele de me mandaràquilo só aguçou minhas vontades tendo em vista que ele então quisesse que eu fizesse o mesmo,sendo que não me dizia nada mais no fundo ele também veio a ficar excitado é lógico, ver umamulher seminua na rua pedindo para os caras baterem uma punheta para ela, na porta do carro,confesso queisso mexeu muito com minha consciência fiquei imaginando por horas aquilo que eu assisti,chegueia casa meu marido não estava lá então liguei a internet e fui eu nessas salas de bate papo, ecomecei a conversar com homens de todas as idades até que entrou um garotinho de seus 18 aninhose começou a falar coisas que eu gostava de ouvir e que meu marido por ser uma pessoa mais culta eeducada não me falava daí então comecei a me inteirar do assunto e foi ficando mais picante o nossopapo, perguntei ao garoto onde você mora? Para minha surpresa o garoto morava pertinho de minhacasa, como foi esquentando o papo pedi que ele mostrasse o seu pintinho pra mim na webcam,nossssssssa que pintinho que nada para minha surpresa maior, um garoto com 18 aninhos apenascom um pau daquele tamanho enorme, me fez se lambuzar toda só de ver aquele pau que tinhamais ou menos uns 19 centímetros e grosso

encontros Rapidos

Fiquei louquinha para pôr a mão, a boca, o que fosse naquele molequinho que mexia com minhacabeça, a noite foi chegando e meu marido ligou e disse que iria chegar mais tarde, continuei na internet papeando com meu garotinho tesudinho, ele então me disse posso ir ai na sua casa se você quiser, eudisse não vamos nos encontrar na esquina te pego ai de carro, e assim fui eu para o local combinadoe quando cheguei lá abri a porta do carro aquele garotinho conseguia me deixar trêmula daspernas, com seu olhar penetrante, seu olhar me despia toda e era de se notar eu com inclusive a voz trêmula o mandei ele entrar no carro e fomos para um lugar mais reservado, ou seja, fomos para umdrive quando chegamos ao drive ele já começou a me beijar e lamber meu pescoço, e se deliciare me mostrar seus dotes, então foi tirando bem devagar minhas roupas e ele sussurrando emmeus ouvidos quero você nuazinha pra mim, aquilo foi me deixando louquinha de tesão e quando euestava completamente nua no banco do carro ele abaixou-se e me deu um maravilhoso banho delínguas na xoxota aquilo foi aumentando mais ainda meu tesão naquele garoto gostoso, o filho daputa sabia mesmo fazer uma mulher gozar só com as línguas como ele havia me dito no bate papo,ele tirou o pau de dentro das calças estava tão duro que parecia que ia quebrar, vendo aquilo cai deboca no seu pau, parecia um imã entre minha boca e aquele mastro daquele garotochupei exatamente uma meia hora bem devagar, sem contar que aquele garoto já tinha gozado naminha boca uma vez sem que eu esperasse engolindo seu pau ele soltou um jato de porra na minhagarganta e sem perceber engoli tudo aquela porra, e continuei a chupar sem me cansar ele então medeitou no banco do carro e me jogou com as pernas bem abertas e foi colocando aquele mastro queentrava rasgando minha xoxota de tão grosso e grande e eu em um gemido constante sem pararqueria que ele continuasse com aquele movimento maravilhoso que ele fazia hora pra frente horapara trás e mordendo seus próprios lábios,

hummmmmmmmmmm foi muito bom quando ele disseposso fuder seu rabinho eu disse com calma não consigo ir até o final nunca ,meu marido sóconsegue colocar a cabecinha, pois doe muito e eu não deixo, ele me disse seu marido, pois para seu amantevocê vai deixar, disse isso já pegando em meus cabelos, na hora senti uma tremenda raiva, mais com axoxota molhadinha de ser tratada como uma puta, e ele então passou a língua em volta de meurabinho e deu uma lubrificadinha boa e colocou seu membro em mim sem menor pudor dei umgrito forte de dor e uns gemidos altos de tesão, foi tudo junto foi ótimo ali ficamos por alguns minutosem uns maios gostosos e logo aquele garoto insaciável estava novamente com o pau duro, e nãoresisti comecei a chupar bem gostoso até que ele gozasse na minha boca e eu lamber os beiços enfimfomos pra casa….e eu contei para meu marido