Categoria: contoerotico

Carne Fraca

Carne Fraca

Lívido, ele se retirou de dentro dela e a deixou exangue na cama. Ela puxou as pernas para cima e uniu os joelhos, novamente experimentando vergonha e insegurança. Seu corpo ainda tremia em espasmos involuntários de prazer. Ele tentou processar o que acabara de acontecer, o que havia sentido, o que não foi capaz de …

+ Read More

Como gosta!!!

Como gosta!!!

Subindo e descendoSurgiu mole e ficou quieto em sua mão… Acarinhou de um lado para outro, brincou com se fosse um brinquedinho. Para ele podia ser um infortúnio, para ela um playground: beijou, esfregou o rosto para sentir a pele enrugada. Agasalhou em sua boca, envolveu com a língua, as veias pulsaram e sentiu o …

+ Read More

Desatino & Desassossego

Desatino & Desassossego

Neste inverno a exemplo dos anteriores uma temporada na casa da Mantiqueira. Encontros casuais dão a tônica deste tempo com as previsíveis surpresas a que remete. Desde antes da pandemia tenho me encontrado com um elegante e educado quarentão que conheci no Carnaval no bloco de “mulher gostosa” de uma boite de sucesso. Discreto como …

+ Read More

O AMANTE DE MINHA ESPOSA

O AMANTE DE MINHA ESPOSA

Estava ainda em lua de meu quando descobrir numa conversa que ouvi sem querer que minha esposa adora se exibir e assim sem que ela soubesse comecei a presente a-la com roupas curtas e sexy com calcinhas uma menor que a outra o que usava sempre em casa não me dando sossego quando chegava. Numa …

+ Read More

O AMIGO DE MEU MARIDO

O AMIGO DE MEU MARIDO

Há tempos esse amigo me assediava me comendo na cara dura e quando contava para meu marido ele falava que era coisa de minha cabeça sempre com o discurso que conhecia Osvaldo a anos e que confiava nele. Detestava quando ele ia em casa porque tirava toda minha privacidade porque gosto de ficar com pouca …

+ Read More

A primeira vez que trai o meu marido

A primeira vez que trai o meu marido

Foi numa noite quente de verão em que andamos praticamente sem roupa nenhuma e nesse dia apeteceu-me vestir um vestido curto e bem decotado mas sem roupa interior. Nesse dia apeteceu-me sentir o vento a acariciar-me as naguedas e e vulva que se escondia debaixo daquele minúsculo vestido de roda e bem decotado. Acordei e …

+ Read More